Imperfeições nas orelhas atingem mais meninos

0a0a8822_mediumEstimativas apontam que um em cada seis mil bebês nascidos vivos apresenta alguma deformidade na orelha, denominada microtia. Os meninos correm ainda mais risco, eles têm duas vezes mais chances de ter algum problema no pavilhão auricular do que as meninas. “Estas imperfeições podem ser unilaterais – quando atingem apenas uma orelha – ou bilaterais, quando as duas orelhas são atingidas”, explica o cirurgião plástico Alderson Luiz Pacheco.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s